Recuperação Judicial

Administração Judicial

Processo Judicial E-PROC TJRS nº 5044305-87.2021.8.21.0001

Processo Judicial E-PROC TJRS nº 5119569-47.2020.8.21.0001

Processo Judicial E-PROC TJRS nº 5038363-11.2020.8.21.0001

Lei nº 11.101/2005. “Art. 37. (...) § 4º O credor poderá ser representado na assembléia-geral por mandatário ou representante legal, desde que entregue ao administrador judicial, até 24 (vinte e quatro) horas antes da data prevista no aviso de convocação, documento hábil que comprove seus poderes ou a indicação das folhas dos autos do processo em que se encontre o documento.”

Para satisfazer o requisito de representação, por procurador, em assembleia geral de credores, é necessário o envio prévio de procuração firmada pelo credor, juntamente com documento que comprove a qualidade do credor e que possibilite verificar a sua assinatura (contrato social, ata de constituição, documento de identidade, etc.).

Lei nº 11.101/2005. “Art. 7º (...) § 1º Publicado o edital previsto no art. 52, § 1º , ou no parágrafo único do art. 99 desta Lei, os credores terão o prazo de 15 (quinze) dias para apresentar ao administrador judicial suas habilitações ou suas divergências quanto aos créditos relacionados.”

 

Para apresentação de habilitação ou divergência de crédito extrajudicial, é necessário o envio do requerimento próprio nesse sentido, juntamente com as informações e documentação relacionados no art. 9º da mesma lei citada:

“Art. 9º A habilitação de crédito realizada pelo credor nos termos do art. 7º , § 1º , desta Lei deverá conter:

I – o nome, o endereço do credor e o endereço em que receberá comunicação de qualquer ato do processo;

II – o valor do crédito, atualizado até a data da decretação da falência ou do pedido de recuperação judicial, sua origem e classificação;

III – os documentos comprobatórios do crédito e a indicação das demais provas a serem produzidas;

IV – a indicação da garantia prestada pelo devedor, se houver, e o respectivo instrumento;

V – a especificação do objeto da garantia que estiver na posse do credor.

Parágrafo único. Os títulos e documentos que legitimam os créditos deverão ser exibidos no original ou por cópias autenticadas se estiverem juntados em outro processo.”